Campanha educativa da Guarda Municipal de Volta Redonda segue até domingo


Campanha educativa da Guarda Municipal segue até domingo

VOLTA REDONDA
A campanha educativa iniciada ontem pela Guarda Municipal para orientar os condutores sobre as novas regras para as crianças de até dez anos serem transportadas de maneira correta e segura nos veículos obteve a aprovação dos pais e responsáveis. A Resolução 277/2008, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), iria entrar em vigor hoje, mas foi prorrogada para o dia 1º de setembro, quando começará a fiscalização a rigor em todo o país.
A operação de cunho educativo feita pela Guarda Municipal segue até domingo. Durante todo o dia de hoje e de sexta-feira a campanha ficará focada nos horários de entrada e saída das escolas da cidade. Sábado e domingo, das 8h30min às 11h30min, serão montadas operações no Aterrado e na Vila Santa Cecília, respectivamente. Na campanha, os guardas municipais entregam panfletos explicativos aos pais e responsáveis que estiverem com crianças nos seus veículos.
Pela Resolução do CONTRAN, as regras são estabelecidas de acordo com a idade: recém-nascidos com até um ano de idade devem ser transportados no bebê-conforto; de um a quatro anos, as crianças devem estar sentadas em cadeirinhas; entre quatro e sete anos e meio, o ideal é que utilizem o booster (cadeira de elevação). As crianças acima de sete anos e meio até dez anos devem viajar somente no banco traseiro, com a utilização do cinto de segurança. Ainda de acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), além de o motorista perder sete pontos na carteira a multa é de R$ 191,54.
PRAZO PRORROGADO
Caso a fiscalização feita na manhã de ontem estivesse valendo, muitos condutores seriam autuados e teriam seus veículos retidos, conforme prevê a medida administrativa da resolução. Dos 15 primeiros veículos que transportavam crianças e que foram parados para receber a orientação, apenas três tinham assentos infantis. Entre eles, Marlos Guerra, que disse achar “a campanha da Guarda Municipal válida”, devido à grande quantidade de acidentes em que as crianças são arremessadas de encontro ao parabrisa ou ao banco da frente. “Desde bebê o meu filho Bernardo, de dois anos, anda da forma certa e ainda tenho a preocupação de verificar se o produto tem o selo do Inmetro”, afirmou.
De acordo com o comandante da guarda, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, os condutores ainda têm muitas dúvidas sobre essa resolução, como o desconhecimento da cadeira de elevação e até mesmo do bebê-conforto. “Um outro exemplo é com relação aos veículos que têm apenas o banco da frente e, nesse caso, a criança de até dez anos pode andar no banco, desde que use o dispositivo de retenção adequado ao peso e à altura dela”, explicou.

Fonte: A voz da Cidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GUARDA MUNICIPAL DE CRUZETA AVANÇA E SE DESTACA NO SERIDÓ .

ASSALTO AO SUPERMERCADO DE RENAN !

GUARDA MUNICIPAL TEM PODER DE POLICIA EM QUALQUER CIDADE !