O adeus ao guarda municipal morto em serviço

O adeus ao guarda municipal morto em serviço
Tamanho da fonte:


Foram 13 anos servindo com alegria à Guarda Municipal de Belém (GBel), apesar do semblante sisudo, como afirmam os colegas de trabalho. No quartel e nas ruas um profissional exemplar, em casa um pai e filho brincalhão. Estas são as marcas que Raimundo Barroso, 36 anos, deixa para aqueles que o conheceram. Ontem, às 15h, o corpo do agente seguiu para cortejo em direção ao cemitério Max Domini II, em Marituba, acompanhado por centenas de pessoas, a

maioria companheiros de farda. E hoje pela manhã, em cerimônia fechada para a família, ele será cremado e suas cinzas entregues à esposa, Iraci Barroso.

Para o amigo, xará e colega de profissão, inspetor Raimundo Castro, o respeito, companheirismo e amizade jamais serão esquecidas. “Vou sentir muita falta dele chegar para mim e dizer ‘E aí, chefe? Onde vai ser hoje?’. Homens como ele, com a qualidade e determinação que tinha dentro do peito, conheci poucos”, diz emocionado.

Abalados e inconformados com as circunstâncias da fatalidade, os familiares preferiram não falar. Limitaram-se a receber os amigos, companheiros de Raimundo e a bandeira da GBel, dobrada, entregue pelas mãos do inspetor chefe João Serrão. “O que aconteceu foi uma fatalidade provocada pelo condutor daquele veículo. Não é a primeira vez que um agente é atropelado e essas situações (de risco) são muito frequentes. Mas é isso. Estamos nas ruas para servir, mesmo sob ameaça de um trânsito violento como o de Belém”, desabafa.

Fonte:Diário do Pará

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GUARDA MUNICIPAL DE CRUZETA AVANÇA E SE DESTACA NO SERIDÓ .

GUARDA MUNICIPAL DE PARELHAS É APRESENTADA A POPULAÇÃO.GUARDA DE JARDIM DO SERIDÓ ESTEVE PRESTIGIANDO!

ASSALTO AO SUPERMERCADO DE RENAN !