Suspeito de matar guarda municipal cumpria pena




Joelton negou envolvimento.
Um dos autores da morte do guarda municipal Carlos Alberto Fuchner, 39 anos, em Araucária já estava preso desde março, na delegacia de Fazenda Rio Grande. O assaltante Joelton Rodrigues de Oliveira, 25, aproveitou o regime semiaberto (quando o preso apenas dorme na cadeia) e, em vez de ir trabalhar, juntou-se a um adolescente para praticar o assalto, na sexta-feira da semana passada.
Depois do roubo, que culminou na morte do agente, ele voltou para a carceragem como se nada tivesse acontecido. O adolescente, de 16 anos, apontado como autor do tiro que matou o guarda, se apresentou à polícia nesta semana.

Joelton foi reconhecido por testemunhas através de foto e encaminhado na quinta-feira para delegacia de Araucária. Ele passou automaticamente para o regime fechado e vai responder por homicídio.
Segundo o superintendente Luís Pereira, da delegacia de Araucária, apesar de ser apontado como co-autor do crime, Joelton nega participação. Disse que trabalhava de servente de pedreiro e tem provas de que estava no serviço. A arma do guarda não foi recuperada.

Assalto

Joelton foi preso em março, após assaltar uma loja no centro de Fazenda Rio Grande. Segundo o delegado Leonardo Carneiro, da delegacia local, Joelton foi condenado pelo roubo e conseguiu progressão de pena por bom comportamento.
No dia do crime, segundo o delegado, ele retornou para a delegacia tranquilamente. "Ele passou o final de semana como se nada tivesse acontecido e na segunda-feira nós soubemos que era suspeito da morte do guarda", comentou o delegado.

Joelton e o adolescente invadiram o Centro Integrado de Segurança (CIS) com a intenção de roubar a arma de Carlos Alberto. Um homem suspeito de dar fuga à dupla foi detido logo em seguida.

Paraná on-line.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GUARDA MUNICIPAL DE CRUZETA AVANÇA E SE DESTACA NO SERIDÓ .

ASSALTO AO SUPERMERCADO DE RENAN !

GUARDA MUNICIPAL TEM PODER DE POLICIA EM QUALQUER CIDADE !