GUARDA MUNICIPAL ,OPERACIONAL E PATRIMONIAL ,E CIDADES PEQUENAS.


Uma entidade que se propõe a servir a população e sociedade em geral ,prestando serviços de segurança pública ,mesmo em localidades pequenas como as existentes país afora, e com as devidas limitações impostas pelo orçamento e gestão,pode,resguardadas as devidas proporções ,manter seu grupo de serviço operacional sempre a postos,contando com a manutenção de  equipamentos para a realização desse serviço.


Mesmo uma pequena GM ,contribui de forma muito significativa para que uma cidade venha a ter a segurança que seus cidadãos merecem,pois se mantiver um grupo de servidores,mesmo que alguns tambem tenham que estar no serviço patrimonial ,aptos e com discerimento suficiente para realizarem serviços de ordem operacional no momento em que houver a necessidade,a finalidade de suas atribuições estará garantida , pois terá funcionários dispostos a cumprirem as missões mais distintas.O serviço patrimonial tambem deve ser mantido por homens de valor,mesmo que alguns já de certa idade,e que deram toda uma parte de suas vidas na manutenção da segurança em prol da coletividade,o que por sí, só, já os credencia para o panteão dos vitoriosos,merecedores que são.


Tanto serviço operacional ,quanto patrimonial, complementam-se entre sí,um existe em virtude do outro,e assim deve ser,num apoio mutuo,estes e aqueles, ajudando-se.


Incorremos no mesmo erro de outras corporações,quando ao criar-mos "grupos de elite",os ensinamos a pensar com uma falsa superioridade e e verdadeira indiferença para os demais companheiros que realizam outro serviço mais comum , não o são;apenas realizam um trabalho diferenciado.Tais grupos podem e devem continuar a serem formados e mantidos ,mas que se mudem as tecnicas pedagógicas e a metodologia na instrução,ou sempre teremos divisões dentro das nossas corporações municipais.


Por outro lado ,temos individuos , e isso é uma realidade,que mesmo no ápice da vitalidade,não contribuem em nada ,pelo contrário,tendem a incitação da anarquia e da insubordinação,criando conflitos,que poderiam até ser benéficos, como ferramenta contra a acomodação e estagnação , mas não são , visam somente a destruição sistemática daquilo que muito significa para maior parte do  efetivo e  toda a sociedade,num antagonismo patológico que recairá sobre ele mesmo.


É público e notório que uma cidade pequena,em que se começa essa prestação de serviço municipal ,não pode iniciar com a estrutura de uma co-irmão de uma metropole ,mas a vontade imperiosa dos seus membros será o diferencial que os conduzirá a vitória e os tornará,como já disse antes, em merecedores de credibilidade ainda maior ,o que ,como numa reação em cadeia ,fará com que os objetivos sejam alcançados,pois para quem tem objetivos definidos,existem limites ,mas que devem ser ultrapassados em beneficio do coletivo,mesmo tendo de se agarrar com todas as forças aos velho ditado do"água mole em pedra dura, tanto bate até que fura",pois somente com perseverança e obstinação alcançaremos a vitória almejada.


 Somos  partes de um todo,municipais,estaduais,federais,retalhos de uma nação chamada Brasil,que clama por melhorias na sua Segurança Pública,e que não pode abdicar de todo um contigente humano capacitado para atuar ,em detrimento de uns poucos vaidosos,arrogantes e com interesses escusos.Temos de firmar o pé na terra do nosso país,darmos as mãos em todas a federação e lutar contra todo os males que hoje afligem a população e aquilo cujo nome é o objetivo maior de todos; a melhoria ,valorização dos profissionais e mudança para melhor nos organismos que regem a segurança pública em nosso país.

Discorrer somente sobre dificuldades enfrentadas seria muito fácil , pois grandes são as barreiras, que vem de todos os lados,até o "fogo amigo" temos de enfrentar,imagine as influencias externas ,vindos daqueles que não querem "mais um serviço" de segurança pública,pois contraria seus interesses e esquecem da população,mas já vivemos tão atrelados aos obstáculos,tendo de "matar um leão" todos os dias ,que prefiro tambem me ater ao confortar ,incentivar,elevar a moral dos heróis e guerreiros municipais,que como todos os outros combatentes, estaduais e federais,batalham muito,só que de forma ainda mais acentuada,pois em grande parte das vezes tem de enfrentar até a má vontade destes irmãos(estaduais,embora não sejam o todo,"apenas" uma grande parte ),mas que não fogem da luta e seguem ,com a moral alta(nem sempre) a labutar na seara da Segurança Pública.




Direção-Geral da GMJS.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GUARDA MUNICIPAL DE PARELHAS É APRESENTADA A POPULAÇÃO.GUARDA DE JARDIM DO SERIDÓ ESTEVE PRESTIGIANDO!

DOIS MENORES SÃO APREENDIDOS PELA PM EM JARDIM DO SERIDÓ

JARDIM DO SERIDÓ Polícia encontra homem nu e morto dentro de quarto