Cigarreiras são removidas de espaço público


Guardas municipais do Grupamento de Ação Ambiental da GMN isolaram a área e atuaram na segurança dos funcionários responsáveis pela remoção dos equipamentos.

A ocupação irregular por parte de quatro cigarreiras situadas na avenida Getúlio Vargas, na lateral do Hospital Onofre Lopes, foi alvo na manhã dessa sexta-feira (23) da ação integrada da Guarda Municipal do Natal (GMN) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) que desocuparam toda a área. A favor da remoção constava uma Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público Estadual.


Os equipamentos estavam montados numa encosta onde havia risco de desabamento, além de ocuparem irregularmente espaço público sem a devida autorização do órgão competente. Os proprietários das cigarreiras foram antecipadamente notificados da medida e concedidos um prazo para que os produtos comercializados no local fossem retirados, porém alguns desobedeceram ao comunicado e continuaram na área.

Para o setor foram deslocados onze guardas municipais pertencentes ao Grupamento de Ação Ambiental da GMN, que atuaram no isolamento do local e agiram de forma precisa para conter os ânimos de alguns cidadãos mais exaltados. A ação durou toda a manhã e parte da tarde da sexta-feira (23). “O início da operação foi à parte mais difícil, os ânimos de alguns proprietários estavam acirrados, mas os agentes estavam cientes das dificuldades que poderiam encontrar. Tivemos que intervir algumas vezes para conter os mais revoltosos e cumprir a missão com êxito”, concluiu o coordenado de operações do GAAM\GMN, Elias Cordeiro.


Texto: Assecom GMN.
Contato: assecomgmn@hotmail.com.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Semdes e GMN organizam o I Fórum GGIM-Natal

Guarda Municipal de Catanduva-SP registrou mais de 65 mil ocorrências em 11 meses de trabalho Somente o sistema de videomonitoramento flagrou 345 ocorrências na cidade

GM de macapá -AP