Guarda Municipal de Jardim do Seridó e sua Ronda Ostensiva.

A Guarda Municipal de Jardim do Seridó ,na sua Lei de criação,como entidade,Nº  820/2009, determinou e previu que além da preservação do Patrimônio de todos (Bens,serviços e instalações  públicos),nossa entidade também reforçasse a segurança pública urbana em parceria com as Policias Estaduais,notadamente as de caráter Militar e Civil ,através do Patrulhamento do bens e logradouros públicos,vias,postos de serviço fixo e patrulhamento a pé,além é claro, do trabalho estritamente patrimonial em escolas,secretarias,creches,prédios  e sede da prefeitura .

Pensando nisso,e antes da criação da GMJS como instituição que ainda engatinha,em 2007,quando apenas existia o grupamento de Guardas Municipais,já que o cargo fora criado pela Lei 791/2007 ,numa conclusão de que era necessidade imperiosa pra o efetivo ter sua própria Ronda de Apoio,até para que possamos contar com  uma maior proteção para nossos agentes sozinhos em postos fixos,além da oferecida pelas Policias estaduais,que por vezes tem de atender suas ocorrências e não podem se deslocar no momento,e apoiado pela municipalidade ,demos inicio a atuação da Ronda Ostensiva Municipal .

Inicialmente em duas motocicletas subsidiadas pelo município,a nossa Ronda abrangia todos os Bairros onde existem bens públicos com agentes a guarnece-los,ou mesmo sem ninguém,com a ação de passagens sistemáticas pelos locais a toda hora, principalmente no período noturno,no que foi logo notado pela população que apoiou o trabalho.

Posteriormente ,em 2009,ampliou-se para 04 motocicletas em serviço de escala ,e aí notamos que um automóvel (viatura) já estava sendo necessário, pois muitas vezes nos era pedido auxilio no transporte de pessoas enfermas,pequenos deslocamentos para o Hospital local, e em motos não havia essa possibilidade.Iniciamos então uma reivindicação a administração pública,dia -a dia,devagar e sempre , sem desanimar,até que em 2010,tivemos a primeira experiencia de uso de viatura no carnaval do mesmo ano,com relativo sucesso,o que possibilitou ver que era perfeitamente cabível e responsável nosso pleito.

Em 2011,finalmente tivemos a autorização para usarmos  um automóvel ,marca wolksvagen,modelo kombi , como viatura na nossa Ronda Ostensiva Municipal,o que ainda está longe de ser o ideal,pois  o referido também serve a Secretaria de Educação( e a ela pertence),nos sendo entregue todos os dias quando cessam as atividades na outra pasta,o que torna complicada nossa atuação , mas que mesmo assim ainda nos sentimos gratos,pois a oportunidade de provar nosso valor agora nos era dada,digo assim  pois o serviço passa a ser mais abrangente e visível,pois imediatamente a essa concessão pudemos inciar uma série de ações mais extensivas,como a que já foi relatada antes,além da proteção e prevenção , o socorro aos cidadãos em necessidade no meio da noite,principalmente em virtude de doenças , mal-súbitos e outros .

Hoje temos cerca de 10 homens capacitados a trabalharem na Ronda Ostensiva,podendo se aumentar para mais,sendo que por noite usamos um efetivo menor ,se ampliando em finais de semana e datas em que haja necessidade.Todo o resto do efetivo se insere no serviço patrimonial e cujo valor é inestimável para nós todos.

Já realizamos capacitações e cursos,temos a disposição equipamentos não ,ou menos que letais para nossa defesa,que são usados apenas pelo membros da ROMU,e seguimos adiante ,na luta ,na batalha,um passo de cada vez,as vezes até parando um pouco , para logo após iniciar a caminhada de novo.

Aguardamos agora,a chegada de um veiculo próprio ,para uso exclusivo da GMJS,e que se nosso Deus permitir ,ajudará ainda mais , a nós que somos servidores da população de bem, a podermos prestar nossos serviço de uma forma ainda melhor aos munícipes ,que afinal são o objeto do nosso trabalho, e  merecem esse tratamento.


Direção Geral da GMJS.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Semdes e GMN organizam o I Fórum GGIM-Natal

Guarda Municipal de Catanduva-SP registrou mais de 65 mil ocorrências em 11 meses de trabalho Somente o sistema de videomonitoramento flagrou 345 ocorrências na cidade

GM de macapá -AP