Guarda Municipal coíbe comércio ilegal na Parada Gay

 








Por Solange Spigliatti

São Paulo - Mais de 600 homens da Guarda Civil Municipal de São Paulo vão atuar, alguns deles à paisana, contra o comércio ambulante ilegal de mercadorias durante a 16ª Parada LGBT, nas vias da região da Avenida Paulista, neste domingo, segundo informações da GCM. A ação terá como prioridades combater o comércio ambulante irregular, atender e encaminhar pessoas em situação de risco, além de coibir o vandalismo ao patrimônio público, o descarte irregular de lixo e entulho e orientar o público.

Segundo a GCM, participam da ação 632 GCMs e 89 viaturas, entre bases comunitárias móveis, motos e bicicletas. Além disso, cerca de 60 guardas civis da Inspetoria de Operações Especiais (Iope) e do Comando Operacional Centro atuarão com uniforme estratégico (à paisana) com foco na identificação de pontos de comércio ilegal, inclusive de vinho químico. A mercadoria apreendida será encaminhada às delegacias de polícia.

Os guardas municipais contarão com o apoio de uma base da corporação que possui estrutura para receber imagens da Central de Videomonitoramento (Cetel) da GCM, compartilhadas com a Polícia Militar. As câmeras estão instaladas nos pontos mais vulneráveis da cidade e vão auxiliar na fiscalização de ambulantes, atos de vandalismo e outras situações de violência, segundo a GCM.


Agência Estado - Uma empresa do Grupo Estado - Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GUARDA MUNICIPAL DE PARELHAS É APRESENTADA A POPULAÇÃO.GUARDA DE JARDIM DO SERIDÓ ESTEVE PRESTIGIANDO!

DOIS MENORES SÃO APREENDIDOS PELA PM EM JARDIM DO SERIDÓ

JARDIM DO SERIDÓ Polícia encontra homem nu e morto dentro de quarto